A internet 5G vai mudar a atuação do setor financeiro
fevereiro 15, 2021
O futuro da economia depende da condução da pandemia
março 21, 2021
Exibir tudo

O sistema bancário já está implantando o Open Banking e essa tecnologia vai mudar a forma de você controlar sua vida financeira e se relacionar com o gerente.

A novidade faz com que o banco compartilhe seus dados com os concorrentes, mas só após a sua autorização. Dessa forma, eles poderão lhe oferecer propostas melhores do que as da sua agência.

Outra vantagem está no fato de que será possível você ver quanto tem depositado em várias contas, usando um único aplicativo, sem entrar no site ou app de cada banco. As informações estarão unificadas.

Descubra como funciona o Open Banking e se prepare para aproveitar as vantagens desse novo recurso tecnológico voltado ao mercado financeiro.

Novidade traz mais liberdade e controle sobre o dinheiro

Open Banking é um modelo de negócios criado pelo sistema financeiro. A novidade permite que o cliente autorize o compartilhamento dos seus dados com outros bancos, tendo em vista receber melhores ofertas de produtos e serviços existentes nas demais instituições financeiras. Esse sistema de banco aberto dá para as pessoas mais liberdade e controle em relação às operações financeiras.

Na prática, ele vai funcionar como uma imensa rede de dados que tem arquivada informações dos clientes e abrange não só as instituições financeiras, mas também prestadoras de serviços. Só você poderá dizer que tipo de dado será revelado, quem vai recebê-lo e ter acesso por um período de 12 meses. Isso vale tanto para pessoa física, quanto jurídica.

Há várias vantagens no fim do sigilo sobre as informações que até agora eram exclusivas do banco em que você tem conta e das empresas contratadas como prestadoras de serviço. A primeira delas é você passar a ser o dono de todo o material produzido a partir do seu comportamento como consumidor. Até pouco tempo, tal conteúdo era exclusivo de cada empresa.

Isso é fácil de entender, vamos lá.

As empresas sempre guardaram a sete chaves todas as suas ações positivas como cliente e usaram esse histórico para fazer mais negócios com você. Nenhuma instituição podia saber o quanto era bom tê-lo como comprador. Por outro lado, elas nunca pensaram duas vezes antes de contar para todo mundo que você enfrentou dificuldades e ficou inadimplente.

Quando acabar o processo de implantação do Open Banking, no final do ano, você poderá enviar seus dados de bom cliente à empresa que desejar e, dessa forma, conseguir melhores condições para comprar o que e de quem desejar. Será possível adquirir produtos e serviços de outro banco, sem precisar ter conta aberta nele.

O compartilhamento da informação dá força aos clientes

O compartilhamento da informação é o principal fator do Open Banking.

As informações compartilhadas por meio do Open Banking farão aumentar a concorrência e isso é positivo às pessoas.

Hoje em dia, os bancos oferecem as melhores condições de financiamento ou empréstimo apenas para seus clientes. Isso acontece porque as instituições financeiras conhecem apenas o histórico das pessoas com quem mantêm negócios. Quem é bom pagador e usa bastante os serviços do banco, tem disponível as condições mais vantajosas.

O Open Banking vai permitir que o cliente do banco A peça para o gerente enviar seus dados ao banco B, pois acredita que a outra empresa possa oferecer juros mais baixos no financiamento automotivo, por exemplo. Dessa forma, o banco B vai conhecer seu perfil como cliente e, de acordo com as informações recebidas, disponibilizar uma proposta realmente mais favorável.

Tudo isso será feito sem precisar abrir conta no banco B. O mesmo processo pode ser repetido com qualquer serviço oferecido pelas instituições financeiras. Vai ser como sair para fazer compras e pegar frutas, verduras e legumes frescos no varejão; os itens básicos da cesta básica, no supermercado; produtos de limpeza, em um local mais em barato; pão, leite e frios, na padaria.

As informações que serão compartilhadas estão listadas logo abaixo; há mais detalhes no site do Banco Central.

  • Dados sobre as empresas que participam: pontos de atendimento, produtos disponíveis, termos contratuais, custos etc.
  • Informações cadastrais dos clientes: nome, filiação, endereço, entre outros
  • Conteúdo sobre as transações dos clientes: informações sobre a conta, operações de crédito e demais serviços contratados
  • Informações relativas a serviços de pagamento: quitação de produtos e serviços, transferências e outras operações do gênero.

O compartilhamento de dados vai aumentar bastante a concorrência entre os bancos e dar origem a novas formas de negociação. Entenda as regras do jogo que vai começar.

O Open Banking funciona com tecnologia rápida e segura

A troca de informações gerada pelo Open Banking será feita com total segurança.

O Open Banking foi criado com um rígido sistema de segurança, que é capaz de garantir a tranquilidade para os clientes.

Esse é um novo mundo que está surgindo no segmento financeiro. Quem entender desde já quais são as regras do jogo, vai levar vantagem nessa disputa pelas melhores condições de compra de produtos e serviços bancários.

Os dados serão compartilhados por 12 meses e esse período pode ser renovado. Mesmo assim, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) determina que o consumidor pode encerrar o compartilhamento a qualquer momento. Basta pedir.

A tecnologia usada para realizar todo o tráfego de informações de maneira rápida e segura é conhecida como API. Ela vem do termo em inglês que significa Interface de Programação de Aplicativos. É por meio dela que tudo vai funcionar.

Você vai conseguir ver todas as suas informações compartilhadas, usando um único aplicativo. Sendo assim, isso que dizer que não vai mais ser preciso entrar em cada banco para saber quanto você tem guardado em suas contas. Os dados estarão reunidos num único lugar.

Como tudo vai estar no mesmo ambiente, é desnecessário ter várias senhas e isso facilita bastante o dia a dia, sem perder a segurança. Pagamentos e transferências poderão ser feitos por meio desse aplicativo, sem precisar entrar no ambiente do banco.

Esse conjunto de características faz, certamente, com que fique muito mais fácil e rápido controlar a vida financeira. Pode parecer um pouco difícil entender como tudo vai dar certo no dia a dia, mas vários países já implantaram o Open Banking e o mercado deles está reagindo bem às novidades.

Vários países já estão com o Open Banking funcionando

Da mesma forma que o Pix já era usado no exterior, quando foi implantado no Brasil, neste momento, o Open Banking também está introduzido no sistema financeiro de vários países.

O primeiro lugar a usar esse modelo de troca de informações foi o Reino Unido, em 2018. Exatamente por causa da condição de pioneiro, ele enfrentou algumas dificuldades técnicas no início do processo, mas logo resolveu o que era preciso.

A União Europeia seguiu por essa trajetória no mesmo ano e focou seus esforços na criação de um sistema de pagamento mais eficiente, tendo em vista nivelar a concorrência nesse segmento e tornar as transações mais seguras.

Um caso bem interessante é o da Índia, cuja população é de 1,3 bilhões de habitantes, grande parte dela pobre e sem acesso aos serviços bancários. Mesmo assim, mais de 500 milhões de indianos têm acesso à internet e fazem a movimentação financeira usando aplicativos de celular. É exatamente pelos app autorizados que é feita a troca de informações financeiras naquele país.

A Austrália possui quatro grandes bancos atendendo o país inteiro. Ela já completou todas as fases de implantação desse sistema de troca de dados e, desde o final de 2020, a população tem suas informações circulando pelas instituições financeiras.

É cada vez maior o número de países que vai adequando o seu sistema financeiro aos novos recursos oferecidos pela tecnologia. Ela sempre traz mudanças nos segmentos em que chega. Cabe às pessoas, não apenas se adaptar o mais rápido possível às novidades, mas também usá-las em próprio benefício.

Já estamos acostumados a compartilhar posts, mensagens do Whatsapp e notícias em geral. De forma controlada por regras, o sistema financeiro vai compartilhar nossos dados. Isso vai gerar oportunidades e maior chance de conquistar o que é desejado.

Os comentários estão encerrados.

PORTAL