Pagar as compras usando o aplicativo está virando hábito
abril 2, 2020
Fim da quarentena vai exigir gestão com muito mais jogo de cintura
maio 5, 2020
Exibir tudo

Comércio local pode ajudar empresas após quarentena

Hoje em dia, o movimento chamado comércio local deve ser visto como uma das iniciativas que podem ajudar o país a sair da crise.

A ideia por trás dele é bem simples e está ao alcance de qualquer pessoa.

Veja com mais detalhes de que se trata tal conceito e como sua participação pode ser importante nesse momento histórico do Brasil.

Recuperação econômica também vem por ações simples

Comércio local é a proposta que trata da valorização das pequenas empresas situadas no bairro ou na cidade onde você mora. São elas quem mais precisam de clientes. Veja o que você pode fazer para ajudar o país a se recuperar após a quarentena.

Uma das formas de sair da crise é por meio da valorização do comércio local e fazer compras no bairro será ainda mais importante para salvar a pequena empresa.

Restaurante, loja de roupa e salão de cabeleireiro são só alguns exemplos de negócios que existem em qualquer lugar e chegou a hora de impulsionar quem mais precisa vender.

Talvez, você mesmo seja um microempresário que esteja fazendo conta para não fechar.

A Covid-19 afastou os clientes das lojas, mas, ao mesmo tempo, uniu o mundo na formação de uma poderosa rede cujo objetivo único é vencer mais esse desafio.

O primeiro passo é cuidar da sobrevivência do dono e dos funcionários. Sem um ou outro, o negócio tende a não resistir.

Existem várias experiências de empresários que faliram, aprenderam com a lição e voltaram aos negócios ainda com mais força.

É claro que quebrar o sistema mundial inteiro é bem diferente. Mas isso não vai ocorrer nem no Brasil.

Todos podem se juntar para minimizar os efeitos da perda.

Em princípio, acordos serão feitos, a flexibilidade ditará o ritmo dos negócios e aos poucos a economia vai começar a andar.

A tarefa será difícil. Mesmo assim, diga a verdade, alguma vez foi fácil?

Portanto, fazer compra no comércio local vai não apenas pôr dinheiro no caixa dessas empresas, mas também dar uma injeção de ânimo nos respectivos proprietários.

Se cada pessoa colaborar com sua parte, a crise tende a acabar mais rápido.

O bairro onde você mora tem comércio local interessante

Mulher está em frente ao seu próprio negócio, localizada no comércio local do seu bairro.

Uma das grandes vantagens de comprar no comércio local está no fato de poder falar direto com o dono da empresa.

Quando alguém vai escolher onde morar, um dos pontos analisados é a dinâmica do comércio local. Todo mundo quer fazer compra perto de casa.

Padaria, farmácia, açougue, papelaria e o conhecido mercadinho do bairro estão entre os estabelecimentos mais procurados para ter na vizinhança.

Eles se somam a outros milhões de pequenos negócios que, no conjunto, são bastante importantes para o Brasil.

O próprio Sebrae apresenta estatísticas que ressaltam a força dessa categoria. Veja abaixo:

  • Existem mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas
  • Representam 95% das empresas brasileiras
  • Geram 27% do Produto Interno Bruto (PIB)
  • Mantêm 17 milhões de empregos com carteira assinada
  • Equivale a mais da metade dos empregos gerados no país.

Sozinhas, as pequenas empresas não chamam a atenção. Porém, é na atuação em grupo que está o potencial de fazer voltar a girar a roda da economia nacional.

Você ainda tem vantagens quando passa a fazer compras no próprio bairro.

Uma delas é economizar gasolina e ao mesmo tempo parar de se desgastar por causa do trânsito. Quer outra? Conversar com o dono do negócio sempre fez diferença no dia a dia.

E isso será ainda mais primordial na hora da retomada porque o relacionamento tende a ser um dos pontos mais fortes de agora em diante.

Quem tiver tanto iniciativas, quanto estratégias adequadas às atuais necessidades, vai sair na frente logo depois.

É hora não apenas de atrair a clientela, mas também de fidelizar quem já compra na loja.

Diversos especialistas já estão falando que o mundo jamais será o mesmo após o coronavírus. Aliás, até ele muda com o passar do tempo.

E você, vai continuar sendo o mesmo empresário de sempre?

Comércio local pode inovar para atrair morador do bairro

O comércio local pode se destacar pela oferta de facilidades ao cliente.

Chegou a hora de investir no atendimento e oferecer vantagens para as pessoas preferirem comprar no comércio local.

Pagar a conta da loja, do mercado e do restaurante se torna cada vez mais rápido e seguro com o avanço da tecnologia.

Isso está ocorrendo por causa do crescente uso de aplicativos de celular que simplificam bastante as transações financeiras realizadas no dia a dia.

Já está deixando de ser novidade ver alguém aproximar o smartphone da maquininha de pagamento e realizar a operação em poucos segundos, sem pôr a mão na carteira.

O cliente recebe no aparelho um aviso enviado pelo estabelecimento e só precisa digitar ali a senha do app e tudo está resolvido.

Todas as informações trocadas por meio do QR code estão criptografadas e a cobrança é feita na hora.

Sem risco de clonagem ou roubo, como ocorre no uso do cartão.

Quem se preparou para receber pagamento por meio do celular já oferece cashback aos clientes.

Trata-se de reverter uma porcentagem do valor da compra, a favor da própria pessoa, para que a quantia possa ser usada em outra ocasião.

Para saber mais detalhes sobre tal prática, leia esse texto que trata do assunto.

Coronavírus pode estar até no dinheiro que você pega

O vírus pode estar em qualquer lugar e todo cuidado é pouco, inclusive no comércio local.

Ninguém enxerga onde o vírus está e você pode pegá-lo até quando for contar o dinheiro para pagar a conta numa loja.

O Covid-19 é um vírus que se espalha mais rápido do que qualquer outro surgido nas últimas décadas.

Por causa disso, álcool-gel, máscara e às vezes até luvas entraram no conjunto de itens de segurança para serem usados na rua.

Tudo com o objetivo de aumentar ao máximo o nível de proteção. Da mesma forma, qualquer lugar que se toque é suspeito, inclusive o dinheiro.

Já se sabe que há risco de contágio por meio da manipulação das cédulas, exatamente porque elas passam pelas mãos de muita gente.

Dessa forma, o ambiente digital se torna o meio mais seguro de realizar as transações financeiras.

Portanto, ter um app financeiro instalado no smartphone acaba sendo uma alternativa para evitar o contato com o dinheiro.

Claro que o celular também deve ser higienizado com frequência.

Os próximos meses ainda devem ser difíceis porque, mesmo acabando a quarentena, ninguém deve baixar a guarda quanto aos cuidados com a saúde.

Ela deve ser preservada ao mesmo tempo em que a força da economia é retomada.

As soluções que serviram para determinada região, devem ser adotadas pelas outras. Isso vale tanto para o aspecto do bem-estar, quanto pelo âmbito comercial.

A mensagem mais importante é a seguinte: unidos somos mais fortes.

Se a grande maioria for flexível nas negociações e valorizar o comércio local, a situação pode melhorar mais rápido do que o esperado.

Campanha Continue Vendendo

Com o atual cenário de crise devido à pandemia do Covid-19, o aplicativo de pagamentos beOne lançou a campanha Continue Vendendo.

Ela permite que as empresas que estejam com a loja fechada continuem obtendo faturamento com a venda de seus produtos.

Por meio de uma página na internet, o usuário do aplicativo consegue comprar produtos com descontos exclusivos e utilizar o benefício quando a loja abrir.

E existe a possibilidade de realizar compras via delivery. Isso pode ser feito por meio do site, com o uso do QR code, evitando contato físico.

Para saber mais informações sobre essa iniciativa, acesse: www.beone.digital/continuevendendo

Os comentários estão encerrados.

PORTAL